Todos os posts em: Opinião

A romantização do subemprego como empreendedorismo

No inicio dos anos 2000 fui contratado por uma entidade comercial para publicar um jornal empresarial. Durante a reunião de pauta o presidente da entidade sugeriu o grande tema “Empreendedorismo”, era uma palavra que começava a ser entoada pelos empresários e líderes governamentais como a principal política neoliberal. Naquela época, no inicio do governo Lula, não tínhamos a real definição da palavra, muito menos da política e das reformas trabalhistas e principalmente da maior crise política do país agravada com a pandemia, que transformou a palavra “empreendedorismo”, como uma nova roupagem para definir “subemprego”, ou em outras palavras, o desemprego. Fiz uma matéria enorme com vários exemplos de “empreendedores” que faziam empréstimos de R$ 2 mil para comprar um carrinho de pipocas. Anos mais tarde, a ficha caiu. Tudo que estamos assistindo na grande mídia e também nos discursos de várias autoridades nada mais é que a “romantização” de uma das maiores crises já vividas no Brasil. Afirmar que vender bolos, marmitex, sanduiches, são os novos empreendedores é uma das maiores mentiras veiculadas pela televisão. …

Alguns erros midiáticos do “Caso Lázaro”

Lázaro Barbosa, de 32 anos, chamado de “serial Killer do Distrito Federal”, foi morto pela polícia de Goiás na última segunda-feira, dia 28, pondo fim a uma busca que já durava 20 dias. A cena de sua morte ganhou as redes sociais e as imagens correram o mundo, virando memes, chacotas e piadas de todos os tipos, como se “a personificação do mal”, o Lázaro estivesse sido completamente derrotado. Segundo a polícia, o acusado foi baleado durante uma troca de tiros na mata, em Águas Lindas, no interior de Goiás. Ele foi socorrido, mas morreu na ambulância a caminho de um hospital da região. As imagens mostram claramente que ele já estava morto, com mais de 30 tiros. Toda imprensa, em todos os canais usava, às vezes, a palavra “caçada ao bandido”, quando a palavra correta, seria “busca”, por mais crimes que Lazaro tinha em suas costas, ara possamos nos tornar um país sério, deveria ter julgamento e condenação. Há mistérios quanto às várias teses que estão circulando, que Lázaro poderia ser financiado por fazendeiros …

Córregos serão realmente despoluídos?

Córrego Zavuvus – 1996 Desde 2019 o Governo do Estado de São Paulo lançou o Prograna Novo Rio Pinheiros, que promete a despoluição do Rio Pinheiros. Para isto, foi lançado um enorme programa de despoluição dos córregos que desaguam no rio. Aqui na zona sul, os principais são o Córrego Zavuvus e o Córrego do Cordeiro. Por décadas, estes dois córregos foram descuidados pelas autoridades, o que antes, nas décadas passadas eram sinônimos de beleza, se tranformou em um descaso total das autoridades, que viram a degradação completa destes, que antes eram riachos, com vida, se transformarem em um local de despejo de esgoto à céu aberto. Com o passar das de décadas, milhares de pessoas ocuparam às margens destes córregos, em situações insalubres, ocasionando inúmeras enchentes na região. O Expresso Periférico, em no artigo “Imagens falam por sí”, retrata bem a situação atual dos córregos. Pequenos afluentes – A situação pior são dos pequenos afluentes destes córregos, onde a comunidade está praticamente em cima. São tantas, casas e barracos construídos em pequenas vielas, que …

Na Copa América sobra hipocrisia e falta bola

Por Sylvio Micelli O anúncio da realização da Copa América 2021 no Brasil gerou discussões acirradas, num momento em que tudo vira um Fla-Flu. A verdade é que o que menos importa é a bola, porque tudo virou discussão de instrumentalização política. O torcedor, então, já foi alijado do processo há muito tempo. Ao presidente Jair Bolsonaro, a realização de um evento esportivo vem a calhar. Ele tira o foco da CPI da Pandemia. Além disso, negacionista que é, quer bancar o evento para ratificar suas opiniões sobre a pandemia e o isolamento. Fará discurso para convertidos, apoiadores que certamente irão apoiá-lo e chamá-lo de mito. A disputa também gera uma briga entre a Globo e o SBT. A emissora de Sílvio Santos detém os direitos de transmissão da competição. Desta forma, fica cômodo aos grandes narradores da Globo descarregarem sua verborragia contra o evento. Mas que fique bem claro, o interesse é meramente financeiro. Por fim, os jogadores argentinos prometem boicotar a competição, porque ela saiu de seus territórios. No frigir dos ovos, o …

O amor social extinto

No passado, os mutirões eram mais comuns nas periferias. Há muito tempo, os vizinhos da rua onde morávamos eram mais que nossos amigos, eram como um familiar, um ente querido, pois todos se conheciam nas ruas. Sabíamos quem eram os comerciantes do bairro e as pessoas que frequentavam estes lugares, o Zé do açougue, o Mário do bazar, o Manoel da padaria, os engraxates que ficavam nas calçadas próximas dos pontos de ônibus e padarias; as crianças que brincavam nas ruas, empinando pipas, jogando bolinhas de gude, rodando peão ou jogando bola. Estas crianças eram conhecidas por todos, como o Luizinho, filho da Dona Luzia, O Kaká, filho do seu Mário, O Carlinhos, filho do Otávio; o Tadeu, que era filho da Dona Maria e a Manoela, filha da Dona Joana, era tudo assim, uma verdadeira comunidade completamente interligada casa-igreja-sociedade amigos de bairro-botecos-rua-escolas… Ou seja, era tudo conectado e compartilhado.     Toda esta rede fazia parte de um sistema social, era uma verdadeira comunidade onde aconteciam mutirões, compartilhamento de alimentos ou pratos especiais. Se um …