Quem somos

Sobre

Jornal O Bairro Cidade Ademar

Nossa História

O Jornal O Bairro da Cidade Ademar nasceu em outubro de 1996 pelos jovens recém-formados, o jornalista Sérgio Pires e o administrador de empresas Sidney Barbosa que elaboraram um veículo de comunicação que pudesse denunciar os desmandos e fiscalizar os descasos e ainda apontar as necessidades da região, que era completamente abandonada pelo Poder Público. No final dos anos 90 ainda não existia a Subprefeitura da Cidade Ademar e a região era completamente abandonada e o jornal foi uma voz ativa durante o Governo do então prefeito Paulo Maluf.

O jornal nasceu baseado nos conceitos da liberdade de imprensa e segue as diretrizes clássicas do jornalismo profissional, seguindo o Código de Ética da Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas). Um dos objetivos do jornal O Bairro é verificar, checar e a buscar a comprovação dos fatos que é a noticia, por meio de método e transparência. Tendo como base estrutural de textos os manuais de redação da Folha de São Paulo e o manual de redação e estilo do Estado de São Paulo.

Com esta visão, durante um ano, o jornal circulou de forma mensal, com uma tiragem que variava de 5 a 10 mil jornais que eram distribuídos em toda a Avenida Cupecê, Yervant, Vila Santa Catarina e Vila Mascote e chamou atenção de muitas autoridades locais, pois era uma época que não havia redes sociais e também não tinha outro veículo local da periferia.

Devido à falta de apoio por conta dos altos custos o jornal parou de circular em dezembro de 1997. Devido a uma mudança do editor para os Estados Unidos em 1997, o jornal ficou sem circular durante anos. Em 2003, foi criado um blog Gazeta do Bairro para retomar o projeto inicial, mas com outro propósito, apenas com matérias especiais, e foi criado ainda o blog O Gol Varzeano, para resgatar a história do futebol de várzea da região.

Devido ao avanço e o acesso à internet e a interação das redes sociais, o Blog A Gazeta do Bairro, foi aumentando o número de acessos, principalmente a página do Facebook por conta das imagens antigas da região e a interação e pedidos de reportagens, denúncias, casos de desaparecimentos, e vários pedidos de prestação de serviços começaram a aumentar diariamente  e foi constatado a necessidade de retomar o projeto inicial.

Retorno do Jornal O Bairro – Em 2017, após 20 anos de ausência Sérgio Pires e Sidney Barbosa se reuniram para voltar com O Bairro, com uma nova proposta. Seria uma edição especial com reportagens históricas com personalidades da região e matérias para resgatar a história da região. Devido aos altos custos,a ideia foi adiada e as reportagens ficam no atual site (www.jornalobairro.com).

Atualmente o Jornal O Bairro é editado por Sérgio Pires e conta com alguns parceiros e colaboradores esporádicos. As necessidades são outras, assim como a forma de se fazer um novo jornalismo profissional e acredita na regulamentação da internet.

A região

A região da Cidade Ademar tem cerca de 500 mil habitantes de acordo com os dados do último senso. A região que antes era considerada por classes D e E, agora também fazem parte da nova classe média, devido à ascensão social de muitos moradores.

Hoje, mesmo com as dificuldades do bairro, as pessoas das classes C e D são os novos consumidores potenciais do bairro, com a criação de inúmeros comércios e também de novos empreendimentos imobiliários. Com esta mudança, aumentaram o número de novos empreendedores locais. Novos comércios, empreendimentos, escritórios, profissionais liberais, entre outros negócios, se instalaram na região.

Um novo perfil dos moradores locais torna a região com uma nova característica e procura produtos de qualidades e lojas específicas e shopping centers.

As qualidades de produtos e serviços que antes os moradores buscavam fora, hoje são encontradas no próprio bairro e alguns mais específicos continuam a serem procuradas em shoppings.

Grandes redes de supermercados, magazines, agências bancárias, se instalaram na região, comprovando o desenvolvimento local. Toda esta mudança para melhor, faz da região um local estratégico e valorizado, pois temos ainda a Avenida Cupecê e o corredor do Trólebus, um dos pontos mais importantes da cidade.

Porém, não temos ainda um veiculo de comunicação que atenda todo este universo.

Somos uma voz jornalística para transcrever as boas notícias e um porta voz da comunidade junto às autoridades.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s