Todos os posts com a tag: #expresso periférico

A quem interessa a Reforma do Ensino Médio

As políticas neoliberais para a educação, impulsionadas a partir do golpe de 2016. Por Bárbara PontesDo Expresso Periférico A reforma do Ensino Médio foi proposta em setembro de 2016, logo após o golpe que depôs a presidenta Dilma Rousseff e instituiu o golpista Michel Temer como presidente. Sob comando de Mendonça Filho no Ministério da Educação, a reforma propôs a redução da carga horária das disciplinas gerais do Ensino Médio, tornando obrigatórias apenas Português e Matemática. Instituiu os itinerários formativos (especialização dentro de uma das áreas do conhecimento ou ensino técnico profissionalizante); tornou Inglês disciplina obrigatória como língua estrangeira; permitiu o notório saber para a prática docente, sem a necessidade de diploma em licenciatura; ampliou a carga horária total do Ensino Médio e permitiu que parte do ensino fosse oferecido na modalidade à distância. Além disso, a proposta inicial retirava a obrigatoriedade de Artes, Educação Física, Sociologia e Filosofia.   A reforma foi proposta no bojo das políticas neoliberais de austeridade fiscal impulsionadas a partir do golpe de 2016. Vale lembrar que no mesmo período foi …

Brasil: meu Deus, meu Deus, por que nos abandonas-te?

Crônica escrita por Vicente Ruiz “Moro num país tropical, abençoado por Deus e bonito por natureza (mas que beleza!)”. Esta canção de Jorge Ben Jor era praticamente um hino cantado por todo brasileiro na década de setenta. Tudo sorria para as pessoas alienadas: campeões do mundo no futebol. “Brasil, ame-o ou deixe-o” era o slogan da ditadura. “Eu te amo meu Brasil eu te amo, meu coração é verde amarelo azul…” Todos cantavam. O Cristo Redentor cuidava do Rio de Janeiro (do Brasil) desde o alto do morro… Essa euforia que a ignorância proporcionava, permitiu aos torturadores mostrar a cara mais vil do ser, chamado erroneamente de humano. Acreditamos, durante muitos anos, que Deus abençoava o Brasil. Nos sentíamos o filho predileto dele. Nos parecia tão natural! Brasileiro é tão alegre, simpático, acolhedor! O Brasil era um jardim natural! O começo do século XXI nos sorria. O Brasil era admirado no mundo inteiro. Éramos crianças mimadas por um pai que nos comprava montes de brinquedos antes de pedi-los. Aprendemos a acumular, não a repartir. Ficamos …