Notícias
Deixe um comentário

Prefeitura e Unifesp celebram parceria inédita para atender população em situação de rua

Iniciativa visa capacitar orientadores sociais na abordagem às pessoas que estão em cenas de uso de álcool e drogas na cidade

Uma parceria inédita entre a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) e a UNIFESP (Universidade de São Paulo) foi firmada na manhã desta segunda-feira (12), no auditório da universidade, que fica na Vila Clementino, zona sul de São Paulo. O objetivo é desenvolver um trabalho conjunto para qualificação dos orientadores socioeducativos da Prefeitura que realizam, diariamente, abordagens sociais a pessoas em situação de rua e que estão em cenas de uso de álcool e drogas.

A iniciativa entre Prefeitura e a instituição federal de ensino é parte de um dos quatro eixos do programa “ProvocAção”, também lançado oficialmente hoje e que será colocado em prática durante o ano de 2023. Ao todo, cerca de 160 pessoas, entre orientadores socioeducativos e servidores de Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), Centros Pop e Centros de Referência Especializados da Assistência Social (CREAS), participaram do evento.

“Fechamos uma parceria com a UNIFESP que será fundamental para qualificar ainda mais o trabalho realizado pelas equipes de abordagem social aos moradores em situação de rua. O trabalho desses profissionais é crucial para que a gente possa acolher o maior número de pessoas, assim como fazer os encaminhamentos necessários, da documentação a atendimentos realizados pelas equipes de saúde” ressaltou o secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, Carlos Bezerra Jr.

Além do eixo ‘Dependência química e prevenção’, o novo programa também estabelecerá parcerias para implementação dos demais pilares do projeto: ‘Violação de direitos e questões do migrante’; LGBTFOBIA, aporofobia e racismo; Desenvolvimento humano nas áreas da infância, adolescência e do idoso. De acordo com o planejamento do Espaço Público de Aprender Social (ESPASO) vinculado à SMADS, os encontros para capacitação serão iniciados em fevereiro e vão ocorrer a cada 15 dias, sempre com pequenos grupos, garantindo assim maior qualidade nos resultados.

“Foi gratificante ter a universidade pública, em sua função primordial que é estar com a comunidade, aliar isso a ações de aprendizagem em conjunto. Sempre enriquecedoras as trocas que objetivam aperfeiçoar a construção de ações mais efetivas e reais”, afirmou Ivaldo da Silva, coordenador de Extensão e Cultura da Escola Paulista de Medicina, um dos convidados do evento.Dentro do cronograma do ProvocAção está previsto ainda um programa de formação itinerante, desenvolvido pela SMADS sob coordenação do Espaso denominado ‘Espaso na Van’, que será realizado nas 32 Supervisões de Assistência Social (SAS) da cidade de São Paulo. Além disso, um planejamento formativo e regional que atenda as especificidades, a partir da escuta ativa das redes diretas e parceirizadas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s